10 de novembro de 2017

13º Encontro de Empresários da Zona Leste contou com participação de João Doria

O saldo foi dos mais positivos após o término da 13ª. edição do "Encontro de Empresários da Zona Leste". Com realização da Associação Comercial de São Paulo, por meio das Distritais Mooca, Centro, Penha, Tatuapé e São Miguel

O evento contou com um público que ultrapassou 1.000 pessoas, com palestra concorrida do professor Luiz Marins, além de sorteio de brindes entre os presentes. “Isso prova que há espaço para empreender, e que a Zona Leste tem um potencial que não passa despercebido”, comentou João Bico de Souza, vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo e coordenador das Sedes Distritais, durante a abertura. João Bico representou o presidente da ACSP, Alencar Burti.

Antes da fala do prefeito João Dória, a ACSP homenageou o Clube Atlético Juventus, na pessoa de seu atual presidente, Domingos Sanches, pela parceria em abrir o clube para abrigar eventos de cunho empresarial, estimulando diretamente o empreendedorismo de uma região que não para de crescer e se desenvolver.

A Orquestra Infanto-Juvenil de Vila Prudente executou alguns números musicais no início do evento. Também foram passados vídeos institucionais do patrocinador máster, São Cristóvão Saúde, e da Associação Comercial antes da chegada do prefeito.

O sócio-diretor da Doc Contábil, Elcio Pereira da Silva, idealizador do evento, aproveitou para falar e lembrar como era o cenário desde a primeira edição, em 1997, quando o tema central proposto era “Empresário, desperte!”, que serviu como chamamento numa época em que muitas mudanças começaram a acontecer no panorama político e econômico nacional, com repercussão direta na vida das pessoas e no mundo empresarial. Era o tempo do Real, da crise dos tigres asiáticos, e de grave crise financeira no Brasil.

“Hoje,o cenário é outro, e percebemos que a união de empreendedores permite ver um resultado como o de hoje, em que vemos um salão repleto de pessoas interessadas e que querem aprender mais”, disse Elcio.

Quando Dória adentrou o espaço já se contabilizava 1.200 pessoas dentro do Salão Nobre, acompanhando o evento e aguardando para assistir às palestras de conteúdo. A vereadora Edir Sales havia chegado um pouco antes e antecedeu a fala do prefeito, dando as boas-vindas a todos.

O prefeito contou um pouco de sua infância, de quando começou a trabalhar, bem cedo, e do desafio de gerir uma cidade que, segundo informou, é a “3ª. maior capital do mundo”. Falou como empresário, diante de empresários. Na meia hora final de sua fala que durou cerca de uma hora, assumiu um tom mais político, lembrando o momento atual e de como duvidaram que se tornaria prefeito de São Paulo. Passeando pelo salão entre os presentes, no melhor estilo olho no olho, Dória lembrou de conquistas recentes de seu primeiro ano de mandato, como a de diminuir o déficit de marcações de exames de imagem, da gestão eficiente que diminuiu o tempo para se abrir uma empresa, e como é movido a desafios em sua vida, não apenas na política. 

Dando sequência ao evento, a empresária Sonia Regina Hess de Souza, ex-executiva da Dudalina, empresa familiar fundada pelos pais empreendedores – Rodolfo (Duda) e Adelina - especializada em moda masculina e feminina, mostrou a trajetória de uma marca bem sucedida.

Sônia trabalhou durante 35 anos na Dudalina, sendo 12 como presidente, no período de 2003 a 2015. Por ser uma empresa que os pais fundaram, Sônia rendeu homenagem a eles em sua apresentação e deu dicas de como administrar uma empresa em tempos de crise, mesmo sendo um negócio familiar. Em seu currículo, está a forte característica de uma mulher empreendedora, que atualmente responde pela vice-presidência do grupo Mulheres do Brasil, é mentora do programa Winning Women Brasil, da EY, também mentora e conselheira da Endeavor, jurada do prêmio Cartier Women´s Initiative, presidente do Lide Mulher, mentora do programa IBGC para mulheres em conselho, é conselheira do Instituto Ayrton Senna, membro do Conselho Curador da Fundação Dom Cabral, e conselheira do grupo Sequóia, da PETZ e da Warburg Pincus do Brasil.

Sônia havia confirmado, de última hora, sua presença que acabou substituindo a também empresária Luiza Helena Trajano, do Magazines Luíza, que por conta de compromisso profissional imprevisto, não pode comparecer ao evento.

Entre as atrações musicais, a apresentação dos jovens músicos do Trio Titanium, regidos pelo maestro Renato Misiuk, agradou demais os ouvintes. Sua mistura de clássicos musicais e pop, tocados também com instrumentos clássicos e populares foi um dos pontos altos das atrações.

Outros patrocinadores deram seu recado, como a Cepam / Village, responsável pelos deliciosos biscoitos, bombons e panettones servidos durante o evento. Um de seus diretores, Reinaldo Bertagnon, falou aos presentes. João Diogo, proprietário da indústria e panificação que é referência na Vila Prudente e demais regiões, também estava na platéia conferindo o evento. O presidente do Sicredi, Jaime Basso, também falou sobre a Cooperativa de Crédito que veio do Paraná e hoje está em São Paulo, também.

O CEO do São Cristóvão Saúde, Valdir Ventura, parabenizou a organização do evento e a presença de todos, e aproveitou para mostrar a infraestrutura do complexo hospitalar que é hoje, o São Cristóvão.

O palestrante Reinaldo Bernhoeft, da höft – bernhoeft & teixeira – transição de gerações, fundada em 1975, veio para falar sobre um tema que é recorrente entre os empreendedores brasileiros, a sucessão familiar, bem como a pós-carreira e longevidade.

Antes de chamar ao palco as duas entidades beneficiadas com o resultado líquido arrecadado com as inscrições, o Mestre de Cerimônias lembrou os presentes que todos ali eram responsáveis por esse ato de responsabilidade social e cidadania: “A Nova 4-E assiste 150 pessoas especiais com deficiência intelectiva, e a Nossa Escola cuida de 90 pessoas com o mesmo problema. No total, são 240 pessoas beneficiadas que hoje agradecem por essa grande ajuda que todos vocês proporcionaram. Elas e seus familiares, o que multiplica esse número, ainda mais”, foi a mensagem seguida de uma salva de palmas, e com a subida dos dois representantes das entidades: Newton Zadra e Débora Iacono Daguano.

Outra atração musical foi a cantora Giovanna Maira, dona de belíssima voz e de uma presença de palco que encantaram duplamente todos que estavam acompanhando suas lindas interpretações de canções como “Hallelujah”, de Rufus Wainwright.

O presidente do Juventus, Domingos Sanches, subiu ao palco para também dar o seu recado, convidando todos a serem sócios do clube que é uma referência no bairro da Mooca e região.
A palestra final com o prof. Luiz Marins, cuja extensa formação e a sede de saber fazem dele uma figura singular, muito conhecida e requisitada no meio organizacional, de consultoria, e em palestras motivacionais, bem como em cursos e treinamentos empresariais.

O tema proposto para o Encontro de Empresários foi “Força e Liderança – ninguém nasce líder”, e como antropólogo que é, entre outras formações, o prof. Marins discorreu sobre a potência que é o Brasil, São Paulo como Estado, município, uma cidade do interior, face outros países e a economia mundial.

A mensagem de motivação para o empreendedor brasileiro veio em diversos momentos, como os números mostrados que provam que o Brasil está, sim, entre as 10 maiores economias do mundo, e que tem grandes diferenciais, a começar por seu pouco incentivado agronegócios. “O Brasil tem a responsabilidade futura de abastecer o planeta de alimentos. E daria para alimentar durante cerca de 240 anos, segundo as projeções”, comentou.

As pesquisas de grandes conglomerados financeiros, como a do Santander Global, mostrou que “hoje você não é uma grande empresa multinacional se não tiver uma presença no Brasil”, comentou sobre reportagem saída no “The Economist”, veículo que é referência na área de Economia e Negócios. Outra frase que causou efeito na plateia foi “não confunda o Brasil com maus brasileiros”, o que arrancou aplausos de todos. Marins lembrou da grande crise moral que o país atravessa: “no ‘planeta dinheiro’, reformas são mais importantes do que a crise moral do Governo Temer”, disse.

Sobre a palavra “crise”, lembrou o que todos já conhecem, dos ideogramas chineses que formam as palavras “perigo” e oportunidade”. E acrescentou um outro sentido com origem na palavra em grego (krinein): separar, decidir, julgar, peneirar. “A peneira da crise. Ou seja, você sai melhor do que estava antes”, explicou.

Falou da perspectiva transformadora que, assim como na arte dá a visão de espaço pelo ponto de fuga, pode-se fazer o mesmo o foco na realidade concreta. “Será preciso compreender o poder da união, que é o que estamos vendo hoje aqui. Todos juntos em prol de um bem comum e de mesmos objetivos”. Lembrou que previsões são falhas porque se referem a fatos que não têm regularidade, que mudam o tempo todo. E finalizou com trechos do Sermão do padre Antonio Vieira, de 1662, que prega a união, sem a qual “tudo se perde”, referindo-se a uma marca, que só é forte, se por trás estiver o elemento humano, motivado.

Os prêmios dos sorteios foram oferecidos pela RVS Bike (bicicleta e vouchers de compra e manutenção), Associação Comercial (Notebook Samsung de 1 Terabyte), e Doc Cin (Tablet).

SOBRE O ENCONTRO

Em suas várias edições ao longo de 12 anos, o Encontro de Empresários buscou fomentar e alavancar os negócios, bem como colaborar no sentido de aperfeiçoar conhecimentos. Entre os diversos palestrantes que estiveram dando sua contribuição ao longo desse tempo, estão nomes como o de Alexandre Garcia, atualmente comentarista político do canal Globo News, Delfim Neto, ex-ministro da Fazenda e economista que acompanhou as diversas mudanças de moeda e de planos econômicos, Roberto Shinyashiki, um dos nomes mais requisitados no mundo empresarial, entre outros.

A idealização do Encontro de Empresários é da DOC Cin, com realização das distritais Centro, Mooca, Tatuapé, São Miguel e Penha da Associação Comercial de São Paulo. O patrocínio master é do SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE, e das seguintes empresas patrocinadoras: Sicredi, Panificadora Cepam, e Clube Atlético Juventus, com apoio das empresas Correa & Porto Advogados, Ello Serviços, Engecommerce, Escola de Educação Planeta Infantil, Infraprime, Mastermind, Na Lupa, Ogra - Oficina Gráfica e Ulock. Divulgação do jornal Folha de Vila Prudente e da revista Bella Mooca, com organização e planejamento da agência Ópera Marketing.

O apoio institucional veio de entidades como o Sebrae-SP, Siamfesp, Ciesp-Leste, OAB, seções Penha e Itaquera, e Secretaria do Empreendedorismo e da Micro e Pequena Empresa do Governo do Estado de São Paulo.

Texto: Elizabeth Florido (assessoria de imprensa do 13o. Encontro de Empresários)