12 de dezembro de 2017

Encerramento do "Encontro de Empresários" trouxe conteúdo complementar de qualidade

Após o sucesso de público da 13ª edição do "Encontro de Empresários da Zona Leste", realizado no último dia 8 de novembro, quando mais de 1.400 pessoas estiveram presentes, a organização do evento resolveu complementar o conteúdo apresentado com uma programação final ocorrida no último dia 7 de dezembro, no auditório da Universidade São Judas Tadeu. 

A abertura foi feita pelo professor Antonio  Fernando Gomes da São Judas, que deu a boa notícia da aprovação, pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e do Ministério de Ciência e Tecnologia, do programa “Universidade Amiga do Empreendedor”, programa que a própria São Judas acaba de instituir no campus Mooca, e que foi lançado há cerca de um mês, e surge com a missão de auxiliar o empreendedorismo que já desponta como a maior força motriz de trabalho no país, especialmente em São Paulo.



A Associação Comercial de São Paulo estava representada pelo coordenador-adjunto das distritais, Francisco Antonio Parisi, representando naquele momento, o vice-presidente e coordenador das sedes distritais da Associação Comercial, João Bico de Souza. Em sua fala, Parisi lembrou de todas as realizações de 2017: “Um ano de bastante trabalho para a nossa cidade, o Estado e o nosso país”, disse. Lembrou também os 123 anos de aniversário da Associação Comercial, comemorado naquela mesma data. “Ao alcançarmos a marca de mais de 1.400 empresários presentes ao evento do dia 8 de novembro, provamos que a união é muito importante, e que juntos podemos mais”, parafraseando o lema principal da entidade centenária.

Ainda na abertura, a Doc Contábil, idealizadora do evento voltado aos empresários da zona leste, foi representada por um de seus sócio-diretores, Domingos Orestes Chiomento, que lembrou do pioneirismo de pessoas como o prof. Alberto Mesquita e de dona Alzira, os patronos que fundaram o complexo São Judas.

As palestras foram iniciadas com Carla Alvares Chiomento, empresária da Doc Cin que trouxe a realidade da 4ª. Revolução Industrial” e da “Inteligência Artificial”, bem como o novo perfil profissional e qual o jeito de pensar nos negócios daqui para a frente. “Uma realidade é certa: estamos vivenciando nos dias de hoje, a 4ª Revolução Industrial, que impactará diretamente a vida das empresas e das pessoas, inclusive na gestão tributária, em recursos humanos, financeiros, administrativos e produtivos. Criar e inovar nesse cenário, portanto, é muito importante”, explicou.

Carla foi seguida por Márcio Lério da Silva, que abordou o tema “A importância da gestão tributária como instrumento de economia na pequena e média empresa” . Apesar de ser uma palestra com termos técnicos, o enfoque foi bem didático e procurou esclarecer pontos nevrálgicos pras empresas.


A palestra magna, a cargo do economista e professor Roberto Macedo, também conselheiro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), onde coordena o Conselho de Economia, trouxe o tema “A Economia em 2018 e o enorme tamanho do seu mercado, o maior atrativo para empreendedores”.

Como economista e pesquisador da FIPE-USP, acostumado a índices e projeções no mercado econômico, Roberto Macedo repassou com bom humor a série de tropeçadas, erros e acertos de governo, e ressaltou que o mercado é regido a índice de confiança. E que apesar da estagnação de longa data que o Brasil vem enfrentando a cada governo, para 2018, a projeção mesmo pequena, é de aumento do PIB para 2,6%. Além disso, como mostrou, os investimentos estrangeiros chegam a quase 80 bilhões de dólares, uma injeção d e capital estrangeiro de cerca de 250 bilhões de reais.

O recado dado ao público presente, após apresentar diversos índices e tendências, e de traçar um panorama histórico-geográfico do Brasil desde o descobrimento português, foi: “Seja competente e competitivo. Acredite naquilo que os estrangeiros vêm com muito mais facilidade do que nós, a oportunidade de um mercado sempre em expansão e crescente”, dando como exemplo empresas orientais como Samsung e LG que vieram para o Brasil em plena crise cambial, e hoje dominam o mercado de celulares, tablets e televisores.




A realização do 13º. Encontro de Empresários da Zona Leste e sua fase complementar, são uma realização das distritais Centro, Mooca, Tatuapé, São Miguel e Penha da Associação Comercial de São Paulo.Idealização da Doc Contábil. O patrocínio master é do SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE e das seguintes empresas patrocinadoras: Sicredi – agência Mooca SP, Panificadora Cepam, e Clube Atlético Juventus.

A 13ª edição do Encontro contou também com o apoio das empresas: Correa & Porto Advogados, Ello Serviços, Engecommerce, Escola de Educação Planeta Infantil, Infraprime, Mastermind, Na Lupa Produções, Ogra -Oficina Gráfica e Ulock. Divulgação da revista Bella Mooca e jornal Folha de Vila Prudente, com organizaç&atilde ;o e planejamento da Ópera Marketing. Apoios institucionais das seguintes entidades: Ciesp-Leste, OAB da Penha e OAB de Itaquera, Rotary Club de São Paulo – Distrito 4430, Sebrae-SP, Edir Sales, Secretaria do Empreendedorismo e da Micro e Pequena Empresa do Governo do Estado de São Paulo e Siamfesp.