14 de maio de 2018

Turismo - Um horizonte ainda inexplorado

 

Foto: Camila Patricio - gestora de Eventos do SEBRAE/SP

O Fórum dos Jovens Empreendedores da Distrital Norte da Associação Comercial de São Paulo e o SEBRAE Capital Norte realizaram no dia 10 de maio palestra que expôs as oportunidades de negócios diante do segmento de Turismo.

Para Camila Patricio, gestora de eventos do SEBRAE, existe um vasto campo inexplorado nessa área e o empreendedor tem perdido dinheiro. “O Turismo está ligado diretamente ao conceito de mercado e relacionado a lógica da demanda e oferta. O famoso 4 Ps: produtos, preço, praça e promoção”, orientou.

Foto: Rubens Heredia, presidente do Museu 14 Bis, Adir Vergilio, coordenador do Conselho Cívico e Cultural da ACSP-Distrital Norte, Tarek Mourad, coordenador do FJE-Distrital Norte, Camila Patricio e Garabed Pilavjian, conselheiro da ACSP-Distrital Norte

 

A cidade de São Paulo conta com 410 hotéis, 42 mil apartamentos disponíveis em hotéis e 72 hostels. Segundo dados da SPTURIS, São Paulo movimentou 14,9 milhões de turistas, destes, 2,5 estrangeiros e o montante arrecadado foi de 11,4 bilhões de reais. Em média o turista nacional permanece em São Paulo por três dias e gasta aproximadamente R$180(dia). Já o estrangeiro fica na cidade quatro dias e tem um gasto de R$484. A maior concentração de hospedagem fica localizada no centro da cidade. (SPTURIS – 2016).

 

A especialista afirmou que os turistas têm valorizado muito experiências autênticas. “O empresário deve ficar atento para o atendimento a nichos específicos da demanda como: famílias, terceira idade, estudantes, executivos, aventureiros, LGBT e outros. Aspectos locais e regionais são bastante admirados pelos viajantes”, explicou Camila.

A Serra da Cantareira é um dos locais com grande potencial turístico na Zona Norte e é pouco explorada, segundo a gestora do SEBRAE. O encontro foi dirigido por Tarek Mourad, coordenador do FJE-Distrital Norte.