ACSP
ACSP

São Paulo, 1º de novembro de 2018. O movimento de vendas do varejo paulistano cresceu em média 0,4% em outubro sobre o mesmo período de 2017, de acordo com o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). “As vendas do período foram fracas devido à incerteza das eleições, que fez com que os consumidores adiassem decisões de compra. O aumento das tarifas públicas – energia elétrica e gasolina – também foi outro fator que diminuiu o poder aquisitivo das famílias”, diz Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comercias do Estado de São Paulo (Facesp). 

As vendas à vista recuaram 3,8% em outubro, também prejudicadas pelo clima relativamente frio, que não estimulou a moda Primavera-Verão. Por outro lado, as transações a prazo tiveram alta de 4,6% no período beneficiadas pela queda dos juros e pelo alongamento dos prazos.

Variação mensal

Em relação a setembro, as vendas de outubro aumentaram em média 13,5%. Apesar de setembro não apresentar datas comemorativas importantes para o comércio, o mês teve dois dias úteis a mais. Porém, outubro mostrou-se mais forte, puxado pelo Dia das Crianças, que tem intenso movimento de compras.

De um modo geral, o movimento das vendas do comércio em outubro não deve servir como parâmetro para avaliar as vendas do fim do ano. “O mês apresentou fatores circunstanciais – eleições e aumento de preço dos serviços públicos - que não são medidores para a projeção de vendas do fim de ano. Um outro ponto positivo para o futuro é que tradicionalmente a confiança do consumidor costuma subir após as eleições”, estima Burti.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal/ACSP com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços. 

 

 

 

 

 

 

Mais informações:
Patrícia Gomes Baptista
Assessoria de Imprensa ACSP
pgbaptista@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / (11) 97497-0287 

Sobre a ACSP: A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 123 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

 

Por ACSP