ACSP
ACSP

São Paulo, 27 de agosto de 2018. A primeira parcela do 13º salário para os aposentados e pensionistas, que começa a ser paga hoje de forma antecipada, deve ser destinada principalmente para o pagamento de dívidas, dada a situação atual de alto endividamento das famílias, ou para a poupança, em função da cautela do consumidor diante das incertezas econômicas e políticas. A avaliação é do presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Alencar Burti. 

A medida vai injetar R$ 20,7 bilhões na economia, segundo o INSS. “Parte do benefício dos aposentados também deve ir para o consumo, e todo dinheiro é sempre bem-vindo e ajuda quem tem um negócio. Até mesmo se essa parcela for usada para o pagamento de dívida, isso é positivo porque libera o aposentado para voltar a consumir a prazo novamente”, diz Burti, que também preside a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Ele lembra que, se setembro tivesse data comercial, seria um estímulo para os beneficiários usarem o dinheiro extra no varejo. “O verdadeiro impacto do 13º salário fica mesmo para novembro, quando todos os trabalhadores recebem esse benefício, incluindo os próprios aposentados, que recebem a segunda parcela. É justamente por isso que as principais datas comerciais, como a Black Friday e o Natal, são tão aguardadas pelo comércio e pelos consumidores”, finaliza o presidente da ACSP.

 

Mais informações:
Ana Cecília Panizza
Assessoria de Imprensa ACSP
apanizza@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / (11) 97497-0287

Sobre a ACSP: A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 123 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

Por ACSP