ACSP
ACSP

São Paulo, 10 de maio de 2018. Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), comemora a aprovação do Projeto de Lei Complementar 441/2017, que dispõe sobre os cadastros positivos de crédito e regula a responsabilidade civil dos operadores.

“É uma medida muito positiva. Há anos nós esperamos e trabalhamos pela implantação efetiva do cadastro no Brasil. Com a decisão de hoje, o banco de dados poderá de fato funcionar e proporcionar os benefícios que dele se espera: redução na inadimplência, diminuição da taxa de juros para o bom pagador, combate ao endividamento excessivo do consumidor e aumento do volume de credito disponível, expandindo a economia”.

Burti reforça que a aprovação do projeto - que torna automática a inclusão dos consumidores em cadastros positivos de crédito - “é uma vitória sobretudo de quem mais precisa: os consumidores à margem do sistema creditício, ou seja, um contingente de pessoas que não consegue comprovar renda, mas que vai às compras normalmente, sendo inclusive, bons pagadores”. Com o cadastro positivo, será possível, segundo ele, calcular o comportamento desses brasileiros, abrindo caminhos para juros menores.

 

Mais informações:
Renato Santana de Jesus
Assessoria de Imprensa
rjesus@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / plantão (11) 97497-0287

Sobre a ACSP: A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 123 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

Por Renato Santana de Jesus