ACSP
ACSP

São Paulo, 6 de fevereiro de 2019. Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), repercute a decisão de hoje do Conselho de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), de manter a taxa básica de juros (Selic) em 6,5%.

“A decisão do Copom foi acertada porque a inflação continua abaixo do centro da nova meta e o nível de atividade econômica ainda está lento. Esse cenário poderia justificar até mais uma redução da taxa básica de juros. Mas a manutenção revela uma cautela do BC, inclusive com a situação externa (problema fiscal e guerra comercial dos EUA e impasses do Brexit)”, diz Burti.

Ele destaca que embora a Selic esteja baixa, em seu menor nível histórico, os juros cobrados pelos bancos, em especial aqueles voltados para a pessoa física, continuam entre os mais altos do mundo. “Por isso, o BC tem de aumentar a competição no setor, de maneira a reduzir a diferença entre a Selic e os juros praticados no mercado”.

Mais informações:
Renato Santana de Jesus
Assessoria de Imprensa ACSP 
rjesus@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / plantão (11) 97497-0287

 

Sobre a ACSPA Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 124 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

Por ACSP