ACSP
ACSP

São Paulo, 29 de maio de 2018. O pré-candidato do PSDB à presidência da República, Geraldo Alckmin falou sobre os desafios do Brasil para uma plateia de empresários, jornalistas e políticos nesta segunda-feira (28/5) na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), centro da capital paulista. O ex-governador ressaltou a necessidade das reformas previdenciária, política, do estado e tributária.

Sobre a tributária, destacou que a complexidade do sistema brasileiro reduz investimentos, promove sonegação, fomenta um sistema oneroso e torna-se o paraíso dos advogados tributaristas. “A nossa carga tributária é excessiva para o nosso nível de desenvolvimento”, criticou. “Temos que cobrar que o governo gaste menos. O que todo mundo quer é baixar imposto e aumentar gasto, que foi que a Dilma fez e quebrou”, afirmou Alckmin, que defendeu um sistema tributário regressivo. “O Brasil é injusto na maneira como arrecada porque o mundo inteiro arrecada consumo, renda e propriedade. No Brasil é consumo, consumo, consumo. É injusto também na maneira como devolve”.

Com relação a isenções fiscais, mencionou que “temos R$ 300 bilhões de isenções fiscais; será que todas essas isenções se justificam? Será que podemos passar um pente fino aí?”

Ele disse que o Brasil precisa “saber jogar o jogo do século 21”, tendo como meta aumentar a importação e a exportação e focar em inserção comercial, “pois o Brasil ficou muito restrito nos acordos comerciais internacionais”.

Alckmin frisou que o próximo presidente da República assumirá o sexto ano de déficit primário. Até agora, o que o governo federal gastou a mais do que arrecadou ultrapassa R$ 540 bilhões. “Minha primeira meta de governo será zerar o déficit primário em até dois anos”, prometeu o pré-candidato. Ele comentou, no entanto, que o quadro não é simples, com despesas fixas correntes e crescentes e um congresso nacional fragmentado. “Por outro lado, se nós trilharmos com perseverança, coragem, enfrentamento das corporações, com agenda de competitividade, eficiência, desburocratização e simplificação, nós poderemos avançar”.

O ex-governador defendeu mais investimento em educação básica. “Todo ano é uma luta na Assembleia porque o pessoal quer aumentar não para a educação básica e, sim, para o terceiro grau, que são as universidades. Sendo que o que vai erguer o PIB é a qualidade na educação básica”.

A respeito das concessões feitas pelo governo aos caminhoneiros, Alckmin salientou que “agora cabe aos caminhoneiros voltar ao trabalho, para normalizar o abastecimento de combustível e o retorno à normalidade no abastecimento de alimentos e produtos hospitalares”.

A palestra do pré-candidato foi realizada durante sessão plenária da ACSP conjunta com o Conselho Político e Social (COPS) da entidade. Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), destacou que “Geraldo Alckmin tem competência para administrar o poder e disposição para servir o País; tudo isso conquistado por meio do aprendizado, experiência e atitude política”.

“Convidamos Alckmin para falar sobre os desafios do Brasil em um momento em que o Brasil está sendo desafiado”, comentou Jorge Bornhausen, coordenador do COPS.

O palestrante-convidado disse que em momentos como este se deve valorizar ainda mais instituições sóbrias como a ACSP. “Como é a Associação Comercial de São Paulo, com seus 123 anos na luta pelo empreendedorismo, na defesa da livre iniciativa, da eficiência do estado, da desoneração da sociedade, na busca de um estado competitivo, de uma economia que cresça, que gere emprego, renda e faça a alegria das pessoas”.

Participaram do evento Roberto Mateus Ordine, vice-presidente da ACSP; João Bico de Souza, vice-presidente da ACSP e vice-presidente da Facesp RA1; Natanael Miranda dos Anjos, superintendente geral da Facesp; Marcel Solimeo, superintendente institucional da ACSP; Tallulah Kobayashi Carvalho, conselheira da OAB.

A palestra está disponível na página da ACSP no YouTube.

 

Mais informações:
Patrícia Gomes Baptista
Assessoria de Imprensa
pgbaptista@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / plantão (11) 97497-0287  

Sobre a ACSPA Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 123 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

Por Patrícia Gomes Baptista