ACSP
ACSP

São Paulo, 17 de abril de 2018. Nos primeiros quinze dias de abril, o movimento de vendas do varejo paulistano aumentou em média 3,6% na comparação com o mesmo período de 2017, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). 

“É um crescimento moderado. As vendas em geral se acomodaram e não estão acelerando tanto quanto se esperava. De qualquer forma, os números estão bem melhores do que os de 2017”, comenta Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). Na primeira quinzena de abril do ano passado, o balanço registrou avanço médio de 1,2%; na época, após sofrer fortes retrações, o setor começou a reagir com a liberação do FGTS.

Sistemas

As vendas à vista caíram 4,8% na primeira quinzena de abril de 2018, na comparação interanual, impactadas pelas temperaturas relativamente altas no período, inibindo o consumidor a comprar itens da moda outono/inverno.

Já as transações a prazo tiveram crescimento de 12% na mesma base de comparação, puxado pelos bens duráveis, como eletrodomésticos e eletroeletrônicos. “Uma das causas é circunstancial, a Copa do Mundo, que estimula a procura por TVs. A outra é de cunho macroeconômico: queda dos juros, alongamento dos prazos, recuperação da massa salarial”, diz Burti.   

Os dois períodos comparados contaram com igual número de dias úteis. 

Abril X março

Em relação à primeira quinzena de março, o comércio paulistano sofreu um recuo médio de 7,8% nas vendas, resultante do dia útil a menos nos 15 primeiros dias de abril. Nos sistemas a prazo e à vista o balanço apontou quedas de 12,8% e 2,8%, respectivamente.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal da ACSP, com amostra fornecida pela Boa Vista SCPC.

 

 

 

 

 

 

 

Mais informações:
Patrícia Gomes Baptista
Assessoria de Imprensa
pgbaptista@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / plantão (11) 97497-0287

Sobre a ACSPA Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 123 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

Por Patrícia Gomes Baptista