ACSP
ACSP


A Distrital Nordeste da Associação Comercial de São Paulo, recebeu no dia 12/09, Ben Zruel, especialista econômico e autor do best seller “Eu vou te ensinar a ser rico”, que está em sua 10ª edição. O encontro foi realizado pelo Grupo Teco (Empretecos), sob a coordenação de Helio Souza.

O consultor afirmou que qualquer pessoa, seja ela física ou jurídica, pode alcançar sua independência financeira. Para isso é necessário mudar sua mentalidade ao tratar de dinheiro. “Tem pessoas que reclamam da crise, dos juros, dos impostos. Antes da crise algumas pessoas ficaram ricas e outras não. O que pode levar você a ser rico ou pobre é a sua mentalidade”, disse.

Ben discorreu que no Brasil, como em boa parte do mundo, o consumo é desenfreado e a facilidade de crédito leva a maioria das pessoas a contraírem dívidas. Disse que o brasileiro não tem a noção exata dos juros absurdos do cheque especial, pois já nasceu nessa realidade e acha isso normal. “Para vocês terem uma ideia em anos atrás, em Israel, os juros do cheque especial era 6% ao ano e o governo achava abusivo. Já no Brasil era 8% ao mês e hoje já está em 13%”, observou.

Segundo o Banco Mundial, o brasileiro está entre os povos com menos conhecimento na área financeira. A falta de saber sobre as regras dos bancos e dos agentes financeiros levam as famílias a passarem por dificuldades. “É um jogo, onde você joga a vida toda e muitas vezes não está sabendo o que fazer. Lidar com dinheiro não é fácil e é preciso saber. É necessário tempo e energia para aprender como cuidar do seu dinheiro”, explicou.

São quatro pilares que levam a independência financeira: mentalidade, administração financeira quitar dívidas e investimento. “A maioria das pessoas vivem num padrão de vida incorreto e nunca terão sua independência financeira. Passam a vida demonstrando um status que não possuem. Encontrar o padrão correto é um dos passos para a riqueza”, disse.

Ben afirmou que a camada pobre da sociedade corre atrás da sua sobrevivência, a classe média vive de status e os verdadeiros ricos vão atrás de sua liberdade financeira. “A riqueza não consiste em ganhar muito dinheiro. Existem pessoas que ganham muito dinheiro e não são ricas. O verdadeiro rico é livre. Acorda a hora que quiser, faz o que quiser, viaja a hora e com quem quiser. Rico é alguém que tem renda passiva, que não depende do trabalho dele, que não depende da empresa e que seja igual ou maior ao seu padrão de vida”, orientou.

Como quitar dívidas – O consultor Ben ensinou como quitar as dívidas. “O primeiro passo para quitar suas dívidas é não aceitar novos produtos oferecidos pelo gerente do banco. Sempre pagar integralmente o valor do cartão de crédito ou cheque especial. Se não for possível não pague nada. É tudo ou nada. Guarde o dinheiro que tem e no momento oportuno você paga o valor total. De forma alguma pague somente o mínimo do cartão de crédito. O motivo é claro, você nunca irá ganhar tão rápido quanto os juros bancários. Não caia na armadilha do refinanciamento das dívidas. No Brasil só existe cobrança judicial e escritórios de cobrança não podem fazer nada. Dever no Brasil não é crime. Empresas que ligam durante madrugada, à noite, cobrando as pessoas agem de forma ilegal”.

Investimentos - Existem muitas formas de investimentos e é preciso saber a hora certa para fazer. Royalties, ativos financeiros e imobiliários são algumas maneiras. O especialista disse que o Tesouro Direto é o investimento mais seguro atualmente, mas não é o único local para aplicações de renda fixa. Falou da necessidade de criar um fundo de emergência, que para a pessoa física é de 6 a 12 vezes seu padrão de vida e pessoa jurídica de 3 a 6 vezes. Afirmou que quem deixa dinheiro na Poupança perde dinheiro.

Sobre o palestrante: Ben é israelense e quando chegou ao Brasil não sabia uma palavra em português. Passou por sérias dificuldades financeiras e em 10 anos desenvolveu seu negócio, hoje aos 34 anos é um empresário de sucesso.

O encontro teve a presença do diretor-superintendente da ACSP-Distrital Nordeste Carlos Daniel, do vice-superintendente José Maria Rocha Filho e do conselheiro e membro da OAB, Dr. Fábio Mourão.

A empresa GTX100 Incentivos & Fidelização foi a patrocinadora do café realizado durante a reunião. A palestra conseguiu arrecadar 40 quilos de alimentos que foram doados para entidade Abrigo do Caminho, da Vila Santa Maria.

 

Você chega mais longe com o apoio das pessoas certas.
A ACSP é uma comunidade de empreendedores, venha fazer parte!

 

Por Distrital Nordeste