ACSP
ACSP

INFLAÇÃO DE JANEIRO SEGUE EM PATAMAR CONFORTÁVEL

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou alta de 0,32%, menor ao esperado pelo mercado. Esse comportamento elevou levemente o resultado anual (variação acumulada em 12 meses), que alcançou 3,78% (ver tabela), que ainda assim permanece abaixo da meta anual perseguida pelo Banco Central (4,25%). As maiores contribuições de alta vieram dos grupos alimentação e bebidas e ônibus urbanos.

De acordo com outro indicador de inflação, o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), também houve elevação de preços, embora bastante mais moderada (0,07%), desacelerando a variação em 12 meses para 6,56%. Vale ressaltar que o recuo da cotação do dólar após as eleições exerceu forte descompressão nos preços do atacado, principalmente nos combustíveis e nas matérias primas agrícolas.

Em síntese, apesar da aceleração do IPCA, registrada no começo do ano, a perspectiva é de que a inflação ao longo do ano se mantenha em patamares reduzidos, possivelmente até abaixo da meta anual, em função da elevada capacidade ociosa e de um cenário de relativa estabilidade para a taxa de câmbio.

 

 

Por IEGV - Instituto de Economia Gastão Vidigal