ACSP
ACSP

Pelo segundo ano consecutivo, a parceria entre a Distrital Mooca da Associação Comercial de São Paulo, em conjunto com seu Conselho Cívico e Cultural e o Rotary Mooca, puderam proporcionar aos alunos a aproximação com profissionais de diversas áreas de atuação do mercado de trabalho.

O evento, ocorrido na manhã de quarta-feira, 10, trouxe 9 profissionais, alguns deles também rotarianos e membros da Distrital Mooca, mas que atuam em diversas áreas do conhecimento. A ação consiste em promover entre os alunos mini-palestras, orientação profissional, mercado de trabalho e empreendedorismo. “É preciso permitir que o educando vôe", comentou a professora Roseli, convidada para falar de Pedagogia.

“Para viabilizar esse evento de hoje na escola, trouxemos o Projeto Rumo através do Rotary Mooca, que tem a finalidade de ajudar os alunos, especialmente do Ensino Médio, a encontrarem a carreira que desejam seguir”, comenta Luiz Carlos Castan, superintendente da Distrital Mooca.

A Escola Senai Theobaldo De Nigris, localizada na Mooca, foi outra convidada que compareceu pela segunda vez e trouxe aos estudantes um panorama do que podem buscar, no ensino técnico profissionalizante em paralelo ao Ensino Médio. Mesmo depois de terminar os estudos nessa fase, é possível fazer uma carreira sólida dentro da formação técnica.

O Senai também esteve presente com o coordenador de Estágios, Manoel Bononato, que mostrou as áreas de formação superior que o Senai possui, especialmente o mundo das Artes Gráficas e a internacionalização do aprendizado. A instituição mantém parcerias internacionais com Alemanha e Estados Unidos, o que contribui para o enriquecimento da formação do indivíduo.

A jornalista e historiadora, Elizabeth Florido, mostrou as particularidades da profissão jornalística e fez um apanhado geral, desde o invento dos tipos móveis de Gutenberg em 1452, até o universo digital que se descortinou com as plataformas da internet, mídias sociais, blogs, e os influenciadores digitais. Florido aproveitou para alertar sobre o perigo das notícias que se propagam muito rápido, sem checagem, as chamadas “fake news”.

O Tenente Barroso mostrou detalhes e curiosidades sobre a formação e a carreira do policial militar. “Os jovens ficam curiosos para saber como é o dia a dia de um militar, e é importante essa aproximação para que se entenda o processo humanizador pelo qual o militar passa”, comentou o tenente.

Márcio Lério, da Doc Contábil, mostrou a carreira de Ciências Contábeis, e o quanto esse universo pode ser instigante e interessante. Da mesma empresa, Carla Chiomento, destacou as mudanças que as profissões vêm sofrendo, e o quanto se transformou o modo de atuar no mercado de trabalho

A dupla formada pela professora Roseli e o arquiteto, Julio César Olivieri, na Sala de Leitura, trouxe a certeza instigante de que tudo está interligado.
“Percebi a multidisplinariedade de cada profissão”, ressaltou Julio.

Bruno Maschiari, presidente do Rotary Mooca e parceiro no evento realizado na escola, ficou muito satisfeito com o resultado, “É sempre muito gratificante participar de um momento como esse, de poder proporcionar um pouco de conhecimento que ajude a esclarecer a busca do jovem que está numa fase de descobertas e de tomada de decisões que vão influir sua vida toda. E tudo começa agora à partir da escolha de uma carreira”, comentou Bruno.

No final, foram sorteados livros com títulos consagrados da literatura nacional e internacional e uma bicicleta da RVS Bike entre os alunos.

Para a diretora da escola, Ariane Valéria De Lucca Bonancéa, essa é uma oportunidade muito importante para os alunos. “Eles gostam muito. É uma fase de questionamentos que envolvem saber o que vão ser quando saírem da escola. Essa iniciativa trazida pela Distrital e pelo Rotary combina com o nosso Projeto de Vida, que procura trabalhar todos os aspectos do aluno, não apenas a procura da profissão, mas o que ele quer da vida e como quer atuar nela daqui para a frente”, explica.

Saiba mais:
O Programa “Adoção Afetiva das Escolas” é uma iniciativa do secretário estadual de Educação, Dr. José Renato Nalini, com o principal objetivo de melhorar os índices das escolas públicas estaduais. Para isso busca-se conhecer de perto suas necessidades, características e demandas, além de iniciativas que despertam o interesse do aluno, bem como fomentar o civismo e a consciência cidadã entre os jovens. A Associação Comercial de São Paulo, através de seu Conselho Cìvico e Cultural, é parceira nesse projeto.

A escola estadual escolhida para receber o programa na Mooca foi a M.M.D.C., conhecida como “M”, e que já foi, por muitos anos, considerada escola modelo e muito disputada pelos pais para terem seus filhos em seus bancos escolares. Hoje, a escola mantém turmas do Fundamental e do Ensino Médio em regime integral. Para Elizabeth Florido, coordenadora do Conselho Cívico e Cultural da Distrital Mooca, “é importante um programa que prevê ações de resgate da cidadania, melhoria dos índices da escola em ações básicas de reintegração com a comunidade, bem como de discussões que envolvem o ser humano e a sua visão de mundo."

O Projeto Rumo é uma das principais bandeiras do Rotary. Em vários clubes espalhados pelo Brasil há o apoio dos Rotaracts, que são os núcleos de jovens do Rotary. Muitos deles, recém-formados e ingressos no mercado de trabalho, dão depoimentos sobre suas áreas. Essa ação do Rotary Mooca, é uma das preocupações da gestão de seu atual presidente, o jovem Bruno Maschiari, que destaca, entre outras coisas, a importância da aproximação com o jovem estudante em um momento de tantas dúvidas. Bruno ressalta que o Projeto Rumo, uma parceria com a Distrital Mooca da Associação Comercial de São Paulo, está sendo possível porque “profissionais voluntários ofereceram um pouco do seu tempo para ajudar os nossos jovens nessa escolha tão importante de suas vidas".

Você chega mais longe com o apoio das pessoas certas.
A ACSP é uma comunidade de empreendedores, venha fazer parte!

Por Distrital Mooca