Mesmo que as empresas tenham diferentes tamanhos, atuem em segmentos distintos e tenham rotinas particulares, o caixa de todas funciona da mesma forma: há dinheiro entrando e saindo. Isso não significa que as finanças das organizações são iguais. Cada uma precisa estar preparada para administrar prazos, montantes de dinheiro e despesas próprias.

Para antecipar o controle das contas e evitar qualquer desequilíbrio financeiro, existe uma ferramenta muito importante e eficaz: o fluxo de caixa, que permite o monitoramento das entradas e saídas de dinheiro na empresa em um determinado período. Você consegue manter o seu sempre em dia? Aprenda como fazer em cinco passos:

1. Registre e categorize cada movimentação

Mesmo que pareçam pequenos demais, os valores gastos ou recebidos devem ser registrados. Só assim você conseguirá organizar as contas de verdade e evitar desperdício de dinheiro. É muito importante separar tudo em diferentes categorias. Isso facilita a identificação dos principais tipos de gastos e receitas e de onde eles vêm. Se você colocar apenas “gastos” e “ganhos”, não vai saber como usou os recursos e nem a origem dos seus rendimentos. E, desse jeito, fica difícil prevenir ou corrigir qualquer problema.

2. Acompanhe o fluxo de caixa todos os dias

Verificar a movimentação do fluxo de caixa diariamente ajuda a evitar surpresas. Acompanhar os números de perto, com mais frequência, permite que você preveja situações complicadas e possa tomar atitudes antes que elas ocorram.

3. Fique atento ao estoque

Já parou para avaliar se você está, por exemplo, acumulando muito estoque? Situações assim podem te impedir de aproveitar outras oportunidades mais lucrativas para o seu negócio. Controle-o para saber quanto e quando comprar e não ter prejuízos.

4. Analise o seu capital de giro

Observe quanto você está ganhando com a venda dos seus produtos e serviços e avalie se está obtendo o retorno desejado. Se perceber que não está, talvez seja o momento de renegociar contratos com os seus clientes, cobrar um pouco mais pelo que você oferece ou até direcionar seus esforços para aquilo que vai trazer mais retorno financeiro.

5. Conte com a ajuda de um sistema de gestão financeira

Muitos empresários fazem o seu fluxo de caixa em uma planilha e conseguem se organizar dessa maneira. Mesmo assim, ela não é a melhor opção, pois não garante o mesmo nível de segurança e controle que um sistema desenvolvido especificamente para este fim. Contar com um software de gestão online é uma forma de deixar o controle das finanças mais seguro, prático e preciso.

O myrp é um sistema de gestão com todas as funcionalidades que sua empresa precisa. Com ele, você controla o seu fluxo de caixa, estoque e clientes, além de gerenciar processos fiscais e financeiros. Tudo on-line, de maneira simples e prática! Mais do que facilitar o seu dia a dia, um software de gestão te a visualizar as movimentações financeiras e fugir do prejuízo.

E você? Como você tem feito a gestão do fluxo de caixa da sua empresa?

 

Com a ACSP você vai mais longe.
Faça parte da nossa comunidade de empreendedores.

 

 

Por ACSP