Fundado há mais de 60 anos, o Instituto de Economia Gastão Vidigal (IEGV) da ACSP desempenha um trabalho sério e muito importante para a entidade, além de contribuir para o desenvolvimento do empreendedorismo paulistano.

Para entender melhor como as coisas acontecem no IEGV, conversamos com o nosso economista, consultor e diretor do Instituto, Marcel Solimeo, que nos explicou um pouco mais sobre as atividades que ele e a equipe desenvolvem.

Quais são as principais funções do Instituto de Economia?

Aqui, fazemos análises econômicas e produzimos estatísticas. Esses dados servem para apoiar os associados e também a Diretoria da Associação Comercial, para que ela se posicione no mercado.

Como os associados se beneficiam do trabalho do Instituto?

Nós produzimos e analisamos dados como indicadores de vendas do varejo e o índice de confiança do consumidor. Com essas informações, os associados conseguem perceber como está o mercado e, principalmente, saber o que o consumidor está pensando e como pretende agir nos próximos meses. A partir daí, ele pode traçar estratégias para o seu negócio.

Esses dados também vão para fora da Associação?

Sim. O que é produzido aqui serve não apenas para a ACSP e os associados, mas também se torna público, principalmente por meio da imprensa. Falamos com muitos veículos de comunicação para fazer análises do Impostômetro, falar sobre perspectivas do varejo e atender as demandas da imprensa em diversos assuntos relacionados a economia.

E por que isso é positivo?

Essa função é importante tanto para divulgar o nome da Associação quanto para levar esses dados para a sociedade em geral, como forma de prestação de serviço.

Como é formada a equipe do Instituto?

Além de mim, hoje o Instituto tem mais três economistas, um profissional de estatística e a nossa secretária. Embora todos os economistas estejam familiarizados com todos os temas, aqui cada um cuida de assuntos específicos, nos dividimos: o Olézio Sole acompanha mais o setor de Comércio Exterior, o Emílio Alfieri cuida dos dados de produção, indústria e emprego e o Ulisses Gamboa fica com finanças públicas. Vamos trabalhando dessa forma. Além disso, participamos de conselhos e comissões da ACSP, que sempre nos convida para essas atividades.

Entre os principais trabalhos desenvolvidos no Instituto de Economia, estão:

Índice Nacional de Confiança: Esse dado é elaborado por uma empresa internacional e procura medir o “estado de espírito” do consumidor em relação ao momento e suas expectativas para os próximos seis meses. Por todo o país, os entrevistados respondem questionários e revelam o sentimento de segurança no emprego, opinam sobre o mercado na região onde moram, sua situação financeira e se pretendem adquirir bens de maior valor nos próximos meses.

Balanço de Vendas: O Instituto de Economia mede o movimento das vendas a prazo e à vista do comércio paulistano e divulga os dados a cada quinze dias.

Análise de indicadores financeiros: Os economistas do IEGV analisam inflação e os principais dados divulgados pelas instituições financeiras. Depois, avaliam o que esses índices representam para o mercado.

Quer saber detalhes sobre o Instituto de Economia da Associação Comercial de São Paulo? Acesse a página do IEGV e conheça melhor!

 

 

Você chega mais longe com o apoio das pessoas certas.
A ACSP é uma comunidade de empreendedores, venha fazer parte!

 

Por ACSP