Logo que as medidas de isolamento e distanciamento social entraram em vigor no Brasil, em março deste ano, as empresas começaram a sentir impacto no faturamento. A falta de consumidores circulando nas ruas, o cenário de incertezas e o fechamento de postos de trabalho — que reduziu a renda das famílias e deixou a população mais cautelosa para comprar — prejudicaram especialmente os comércios de pequeno porte, que não tinham caixa para enfrentar um período de recessão tão duradouro.

De cara, a situação desacelerou a abertura de empresas brasileiras. Segundo um levantamento feito pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), só no estado de São Paulo o ritmo de criação de novos CNPJs caiu 72% do início de abril a maio deste ano em relação ao mesmo período de 2019.

 

Com retomada gradual, abertura de empresas deve voltar a crescer

Na segunda semana de junho, a capital paulista entrou na chamada “fase laranja” do plano de retomada das atividades econômicas. Desde então, o governo autorizou a abertura de estabelecimentos que prestam serviços não essenciais, mas estabeleceu medidas que devem ser cumpridas para evitar contaminações — como o uso de máscara nas lojas e número limitado de pessoas por metro quadrado, para evitar aglomerações.

Embora essas concessões ainda estejam longe da realidade pré-pandemia, a flexibilização da quarentena já trouxe algum otimismo aos empreendedores. Neste cenário, a procura por serviços de abertura de empresas — e encerramento, para os que avaliaram que não vão conseguir retomar as atividades mesmo após a flexibilização — deve voltar a subir.

A boa notícia é que, desde 12 de maio, a Junta Comercial do Estado de São Paulo retomou os serviços físicos com adaptações para oferecer atendimento aos empreendedores neste período.

 

Como está funcionando o atendimento da JUCESP?

Para garantir a segurança dos empresários e oferecer mais praticidade, os escritórios da Junta Comercial da ACSP oferecem opções de serviços online, mas se for necessário se dirigir ao local, os empreendedores podem agendar um horário de atendimento.

Entre os serviços que podem ser contratados nestas condições estão: processo expresso para abertura, alteração ou encerramento de empresas; pesquisa de nomes para abertura de empresa ou alteração de razão social, emissão de Ficha de Breve Relato Simples e Ficha de Breve Relato Completa e certidões específicas e simplificadas. 

 

Associados à ACSP têm benefícios

Aqueles que fazem parte da comunidade de empreendedores da Associação Comercial de São Paulo têm vantagens na contratação de serviços de Junta Comercial, mesmo fora do período de pandemia.

Além do atendimento exclusivo e agilizado nos postos de atendimento espalhados pela cidade de São Paulo, os associados têm condições de pagamento diferenciadas, a possibilidade de agendar horários para atendimento e, ainda, consultas de análise de crédito Boa Vista SCPC gratuitas todo mês.

Para facilitar o acesso a esses e outros benefícios exclusivos para associados, durante a pandemia, a ACSP está oferecendo 40% de desconto em novas filiações. Para saber mais detalhes sobre a oferta e conhecer as vantagens de ser associado, clique aqui ou entre em contato com a Central de Relacionamento da Associação: (11) 3180-3737.


Por ACSP