Na contramão do e-commerce, Lojas Cem aposta em novas lojas físicas

A cada dia, mais empresas têm buscado estratégias para ampliar sua atuação no meio digital, cada vez mais competitivo. Mas, para algumas companhias, a boa e velha loja física ainda representa o carro-chefe das operações.

É o caso de uma das maiores redes de eletrodomésticos e móveis do país. Com faturamento anual superior a cinco bilhões de reais, 280 lojas e 14 mil funcionários, a gigante Lojas Cem, administrada pela família Dalla Vecchia, continua apostando nas lojas físicas.

Mesmo com toda a expansão, o e-commerce brasileiro ainda representa cerca de 5% de todo o faturamento do comércio. “Nós preferimos trabalhar para os outros 95% do mercado”, diz José Domingos Alves, superintendente da rede de 68 anos, que está presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná.

Mas engana-se quem pensa que a família Dalla Vecchia está desatualizada ou ignora o e-commerce. Neste ano, a rede adquiriu um novo pacote de tecnologia de uma empresa alemã justamente para aprimorar o sistema de informatização da rede.

Em outras palavras, a Lojas Cem tem uma plataforma pronta e pode estrear no e-commerce quando bem entender. “No momento que entendermos que esse modelo de negócio dá lucro, podemos entrar. Não temos pressa, nem data, pois não é nosso enfoque”, afirma José Domingos.

Crescimento em meio à crise

Desde que a pandemia chegou ao Brasil, o varejo foi fortemente impactado pelos novos hábitos de consumo da população e os primeiros efeitos da crise, que deixou diversos mercados desaquecidos. Mesmo nesse cenário delicado, a Lojas Cem, que até agora não fechou nenhum de seus estabelecimentos, decidiu manter os projetos de expansão.

O centro de distribuição de Salto, onde fica a sede da companhia, está prestes a dobrar de tamanho e deve chegar aos 212 mil metros quadrados nas próximas semanas. Além disso, até o final do ano a rede inaugura mais cinco lojas: em Tietê (SP), Bady Bassitt (SP), Taquaritinga (SP), Rio Grande da Serra (SP) e em Indaiatuba (SP).

E as novidades não param por aí: até janeiro de 2021, outras duas lojas, que estão em construção, devem ser abertas ao público: uma em Biritiba Mirim (SP) e outra em Mangaratiba (RJ). Juntas, elas devem criar cerca de 220 novos empregos.

Mais do que a conquista de novos territórios, a Lojas Cem tem como um de seus grandes orgulhos a satisfação dos clientes, refletida na fidelidade do público. De acordo com o superintendente da companhia, 95% das pessoas que compram retornam às lojas.

O que você acha da estratégia adotada pela empresa? Nos próximos anos, você também pretende manter o atendimento em lojas físicas como protagonista ou planeja digitalizar seu empreendimento?

 

Seja qual for sua decisão, conte com o apoio da ACSP para chegar mais longe. Clique aqui e faça parte da nossa comunidade de empreendedores!

 


Por ACSP