O que é pivotar? Conheça esse conceito importante para os negócios

Toda empresa nasce de uma boa ideia, mas por melhor que ela seja, isso não garante o sucesso do negócio.

 

É que, na prática, empreender é sempre uma tarefa arriscada: o mercado pode se comportar de forma diferente do que você idealizou, uma nova frente de atuação pode surgir e diversas situações que aparecem no meio do caminho podem fazer com que o empresário precise mudar os seus planos para conseguir melhores retornos com o empreendimento. Aí, entra o conceito de pivotar.

 

Você sabe o que ele significa? Se não, é só continuar a leitura!

 

O que é pivotar?

O termo tem ficado cada vez mais conhecido entre os empreendedores. O verbo pivotar é, na verdade, uma referência ao verbo to pivot, que, em inglês, significa “girar”. Em outras palavras, quem pivota está mudando um negócio.

 

Mas vale lembrar que pivotar não é o mesmo que fazer uma simples mudança na empresa, como trocar um fornecedor, mudar o endereço comercial ou contratar mais gente para a equipe. É fazer uma verdadeira revolução. 

 

Normalmente, essa atitude se faz necessária quando o projeto inicial não faz sucesso ou se torna inviável. Então, o empreendedor precisa estruturar um novo modelo de negócios, considerando as falhas cometidas anteriormente e identificando novas oportunidades para alavancar sua empresa. Nesse processo, muitas vezes é preciso mudar totalmente o público-alvo do empreendimento ou o próprio setor de atuação, por exemplo.

 

E ao contrário do que muitos pensam, a necessidade de pivotar nem sempre é algo ruim ou sinônimo de trabalho perdido. De maneira estratégica, o empreendedor pode usar os erros do passado como lição para corrigir falhas importantes e conseguir resultados melhores com o novo empreendimento. No final das contas, o insucesso pode se transformar em uma grande oportunidade.

 

Pivotar requer planejamento

Todo empreendedor sabe que planejamento é palavra de ordem para quem vai começar uma empresa. E para os que precisam redirecionar o seu modelo de negócios não é diferente. É preciso estudar a nova ideia com muita atenção.

 

Aliás, se os resultados não foram tão interessantes na primeira vez, alguma questão pode ter sido deixada de lado no planejamento, e esse é mais um bom motivo para se dedicar à análise do negócio.

 

Lembre-se: quanto mais consistente e completo for o plano de negócios, maiores serão as chances de você desenvolver um projeto de sucesso. A euforia de colocar a ideia em prática não pode excluir essa etapa tão importante.

 

Quando é preciso mudar?

Para saber quando é o momento de pivotar um negócio, o empresário precisa levar alguns sinais em consideração. Além disso, é muito importante avaliar se o caso realmente requer uma mudança ou se apenas alguns ajustes na empresa são suficientes para resolver os problemas atuais.

 

Um forte indício de que você precisa parar de insistir na ideia inicial é a falta de interesse dos clientes em relação aos seus produtos e serviços. Não dá para escapar: se a sua empresa não vende o suficiente para arcar com seus custos — incluindo o seu pró-labore —, temos um sinal de alerta.

 

E você? Já pensou em pivotar a sua empresa? Acha que está na hora de fazer mudanças mais complexas no seu negócio? Conte com o apoio da ACSP em todos os momentos da sua jornada empreendedora!

 


Por ACSP