A evolução da tecnologia e as facilidades que ela proporciona aos usuários podem ser notadas diariamente, mas isso ficou ainda mais evidente após a pandemia do coronavírus. Por conta das medidas de isolamento adotadas para conter o avanço da doença, muitos empreendedores recorreram às ferramentas virtuais para expandir seus canais de vendas e conseguir se aproximar do público.

A decisão é estratégica, já que, mesmo com a crise, as compras se intensificaram no ambiente virtual. Só na primeira quinzena de abril, as vendas no comércio eletrônico cresceram quase 30% em todo o país, segundo levantamento realizado pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).

Nesse cenário, muitos empreendedores que desejam vender na internet e ainda não têm uma estrutura de e-commerce própria podem inserir a sua empresa em um marketplace. Além disso, a solução também pode ser interessante para os que já têm uma loja virtual e querem aumentar o alcance de suas ofertas. 

Mas, afinal, o que é um marketplace?

Um marketplace é um ambiente que reúne vendedores e consumidores. Nessa plataforma, empresas oferecem seus produtos e serviços a potenciais compradores.

Diferente de uma loja virtual, que possui um único dono, um marketplace reúne várias lojas de diferentes proprietários que podem, inclusive, vender produtos iguais a preços diferentes. Por isso, é importante ficar atento às ofertas anunciadas pela concorrência e definir um diferencial para o seu produto para potencializar os resultados da sua empresa no ambiente virtual.

Graças às transformações digitais aceleradas pelos desafios impostos pela pandemia, o marketplace se consolidou como mais uma ferramenta estratégica de vendas, com benefícios para todos os usuários: enquanto o cliente encontra diferentes vendedores em um só lugar e pode comparar condições com mais facilidade, as empresas ganham visibilidade ao incluir sua loja em uma plataforma. Em outras palavras, vender seus produtos em um marketplace significa poder ser encontrado mais facilmente pelo comprador.

Como entrar em um marketplace e conseguir bons resultados?

Quando uma empresa decide anunciar suas ofertas em um marketplace, a plataforma arca com todas as despesas de estrutura online, enquanto o empresário continua responsável pela produção dos itens comercializados, embalagem, logística e pós-venda.

Assim como empreender em uma loja física, as vendas via marketplaces também exigem planejamento. Ao entrar em uma plataforma, o empresário precisa administrar dois espaços distintos - sua loja e seu espaço no marketplace. Mas, com organização, é possível transformar o marketplace em um grande aliado dos negócios. Veja dicas de como começar: 

1 - Pense em um modelo de negócio para a sua loja virtual

Assim como em uma loja física, as vendas via marketplaces começam a partir de um modelo de negócio bem estruturado. Entenda qual público você deseja atingir por meio desse canal, a estratégia adotada para definir os produtos que serão anunciados na plataforma e quais características  irão diferenciar a sua empresa e torná-la mais atrativa no marketplace.

2 - Organize os processos de logística

Ao começar a vender em um marketplace, sua empresa precisa estar preparada para o aumento da demanda. Quem irá conferir os pedidos de venda? Como será feita a gestão do estoque? Essas e outras questões sobre a logística das negociações online deverão ser pensadas.

3 - Estude e escolha com cuidado a plataforma

Existem diversas plataformas de marketplace no mercado e, apesar de não parecer, elas são muito diferentes. Leia os contratos e termos de aceite e tire todas as suas dúvidas antes da contratação. Verifique, também, as taxas cobradas pelo serviço e dê preferência para a contratação de empresas com as quais você já possui relacionamento e podem oferecer condições especiais.

A ACSP possui uma plataforma especialmente voltada aos micro, pequenos e médios empresários que permite ao lojista inserir de forma facilitada fotos, descrição dos produtos, preços, promoções, informações de contato e/ou site. Ela ainda é gratuita para todos seus associados, conheça aqui a Vitrine ACSP

 

 


Por ACSP