A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) estima que neste Dia dos Pais o movimento de vendas deverá crescer entre 3% e 5% no varejo da capital paulista, em relação ao ano passado. 

“Um fator importante é o tempo. Com a queda da temperatura, roupas e calçados da moda Outono-Inverno podem ter bastante procura. Além disso, o Dia dos Pais é uma data de presentes pessoais e as lojas anteciparam a liquidação de seus estoques, o que também pode favorecer o segmento”, analisa Marcel Solimeo, superintendente institucional da ACSP.   

Na área de bens duráveis, ele avalia que celulares sempre são uma opção e TVs também podem ter boa saída se houver ofertas atrativas quanto a preço e prazo. “Há um estoque grande de TVs, resultante da saída prematura da seleção brasileira da Copa do Mundo”. Para vendas a prazo é necessário ofertar crédito aos consumidores e evitar a inadimplência é fundamental para uma empresa ser saudável financeiramente. Aqui na ACSP nós podemos te ajudar a vender mais e com segurança, conheça o serviço de consultas e análise de crédito Boa Vista SCPC.

Por fim, Burti frisa que o cenário macroeconômico está mais favorável para compras agora em comparação com 2017, principalmente por conta da queda da taxa de juros. “Por outro lado, o dólar está mais alto e, com isso, presentes como perfume e vinho podem ficar mais caros".

 

Você chega mais longe com o apoio das pessoas certas.
A ACSP é uma comunidade de empreendedores, venha fazer parte!

Por ACSP