Quando o assunto é encontrar clientes, as redes sociais têm sido grandes aliadas das empresas. E engana-se quem acredita que a estratégia só traz resultados para os grandes negócios, que têm equipes direcionadas exclusivamente ao gerenciamento de mídias. Com um bom planejamento, também é possível obter sucesso nos empreendimentos de pequeno porte.

No Brasil, o WhatsApp é uma das redes que mais ganharam força nos últimos anos. Ao todo, diariamente são trocadas mais de 42 bilhões de mensagens entre usuários em mais de 1 bilhão de grupos. Por aqui, mais de 100 milhões de pessoas utilizam a plataforma - e por isso o potencial de vendas por meio dela é enorme.

Sem dúvida, não dá para ficar de fora desta tendência. A seguir, listamos três dicas para você usar esta ferramenta a favor da sua empresa. Confira:

1  - Priorize listas de transmissão em vez de grupos

Embora os grupos de WhatsApp sejam bastante utilizados pelo público, em muitos casos eles não representam a melhor alternativa para prospectar clientes ou desenvolver um bom relacionamento com eles. Isso porque a interação em excesso pode incomodar os usuários e fazer com que eles passem a enxergar a sua marca de forma negativa, associando-a a uma empresa inconveniente.

Usando listas de transmissão, é possível enviar mensagens para mais de 250 contatos de uma só vez - e os comunicados chegam até eles de modo individual. Assim, fica mais fácil estabelecer uma comunicação mais direcionada e menos invasiva.

Além disso, vale lembrar que o bom senso é primordial: tome cuidado com a frequência, horário e conteúdo dos envios. Lembre-se de avaliar quais tipos de informação são realmente relevantes para o público que você deseja atingir e as vendas ocorrerão de modo natural.

Além de mensagens promocionais, busque compartilhar dicas e orientações relacionadas aos produtos e serviços que a sua empresa oferece.

Outro ponto importante: para criar uma lista de transmissão, é importante que as pessoas salvem o seu contato no celular - e você também precisa ter o contato dela no seu aparelho.

2  - Produza conteúdo relevante

Reforçando o que dissemos anteriormente, não basta compartilhar apenas mensagens promocionais com o seu público se o objetivo é conquistá-lo e gerar vendas. No dia a dia, as pessoas querem ter acesso a um conteúdo interessante; então, o ideal é intercalar propagandas e mensagens de engajamento.

O empreendedor que tem uma padaria, por exemplo, pode enviar mensagens com receitas e dicas nutricionais entre os anúncios de ofertas. Avalie o mercado de atuação do seu negócio e a necessidade do seu público. A partir destas informações, escolha qual tipo de conteúdo desperta o interesse dessas pessoas e comece a trabalhar a sua estratégia em cima deles.

Outra dica interessante é variar nos formatos: vídeos, áudios, textos e imagens podem ajudar a criar uma comunicação mais interativa e eficiente.

3  - Construa audiência por meio de outras redes sociais

A sua estratégia de prospecção nas redes sociais pode abranger mais de um canal. Para conseguir os contatos necessários para se trabalhar no WhatsApp, conte com o apoio de outras mídias, como o Instagram e o Facebook, e crie publicações que estimulem o contato do cliente e façam com que eles gravem o seu número no celular - para que, depois, sejam trabalhados em listas.

Quer um exemplo? A publicação “Entre em contato conosco no WhatsApp 11 XXXX-XXXX e envie o código #desconto para ganhar 15% de desconto na nossa loja" pode render bons resultados. Que tal testar?

Utilizando o Facebook

O Facebook também é uma ótima plataforma para vendas, tanto para aquelas de ticket médio baixo - pois permite que a urgência seja trabalhada na prospecção - quanto para as de produtos mais caros. Para obter sucesso nesta rede, confira algumas dicas alinhadas aos dois propósitos:

1  - Construa uma marca profissional

Uma das melhores formas de se relacionar com potenciais clientes e aumentar suas vendas é se colocando como especialista em sua área de atuação. Nas redes sociais, é muito mais fácil fazer isso por meio dos conteúdos que se compartilha.

Crie e distribua conteúdo relevante sobre seu nicho. Isso mostra que a sua empresa entende do que está falando, o que ajuda a construir a imagem de especialista que despertará confiança em seu público.

2  - Foque no público correto

Apesar de serem consideradas esferas públicas, as redes sociais ainda são ambientes privados. Por isso, é importante saber quem tem o perfil certo para a sua empresa entrar em contato, e para conseguir sucesso neste sentido, é preciso definir desde o começo quais serão os critérios adotados para a prospecção.

Se você já conhece as características do seu público-alvo, isso não deve ser um problema - basta direcionar o seu marketing para ele.

Seja claro: durante a prospecção, explique por que está entrando em contato com a pessoa especificamente e fale sobre os seus objetivos. Isso também vale para outras redes sociais: segundo dados do LinkedIn, mais de 76% dos compradores se sentem prontos para ter uma conversa em mídias sociais quando o responsável pela prospecção estabeleceu critérios claros e transmitiu maior segurança.

3  - Prepare-se para a abordagem

Entrar em contato com um usuário sem os pontos bem estruturados é sempre uma má ideia. Quando isso é feito em redes sociais, não é diferente. Aproveite que esse tipo de mídia oferece uma infinidade de informações sobre o público e personalize a sua abordagem.

No Facebook, por exemplo, é possível ver os interesses do prospect por meio das páginas que ele acompanha. Use isso a seu favor: quando nos comunicamos apresentando ideias alinhadas ao momento e necessidades do consumidor, aumentam as chances de ele responder às mensagens e se tornar um cliente.

O que achou das dicas? Você já tem adotado alguma destas estratégias na sua empresa? Se não, é hora de começar a colocá-las em prática e observar os resultados.

Para produzir conteúdo mais relevante e utilizar as redes sociais da sua marca da melhor forma, também é interessante colher opiniões de clientes que já fazem parte da sua base. Pergunte o que eles gostam e o não gostam. Sem dúvida, os feedbacks serão enriquecedores para a construção da sua estratégia!


Por ACSP