Um dos maiores desafios dos empresários é a dificuldade para conseguir crédito. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mais de 40% das firmas brasileiras não têm acesso a financiamentos em bancos, enquanto nos países mais desenvolvidos o percentual médio é de apenas 5%.

Entre os motivos de toda essa dificuldade, estão a quantidade de garantias que as instituições financeiras exigem para conceder crédito e as taxas aplicadas nos empréstimos, seja para pessoa física ou para empresas.

Mesmo quando as finanças estão organizadas, é possível que o empreendedor precise de crédito para algumas situações, como adquirir equipamentos ou fazer qualquer tipo de investimento que pode contribuir com o crescimento da empresa. Em casos mais sérios, o dinheiro pode até servir para garantir a sobrevivência do negócio no mercado.

Alguns cuidados podem facilitar o acesso ao crédito. Antes de procurar um banco e pedir recursos, é preciso, por exemplo, identificar a real necessidade do empréstimo/financiamento, fazer pesquisas para descobrir qual banco atende melhor ao seu projeto e, principalmente, elaborar um plano de negócio bem estruturado.
Abaixo, construímos algumas etapas para aumentar as chances de conseguir crédito:

1. Identificar a necessidade

Por que a sua empresa precisa de crédito? E de quanto, exatamente, precisa? É importante que esse cálculo seja bem feito e, acima de tudo, que a finalidade do dinheiro - seja para comprar equipamentos, matéria-prima ou aumentar a estrutura - esteja bem definida antes de pedir qualquer valor.

2. Busque o máximo possível de informações

No mercado, há uma diversidade de linhas de crédito. Prazos, limites e custos podem variar muito entre os bancos. Qual se encaixa melhor nas necessidades do seu negócio? Nessa pesquisa, considere também os serviços de fintechs, que costumam operar com taxas mais baixas e trabalham com linhas de crédito diferenciadas, como antecipação de recebíveis.

3. Elabore um plano de negócios

Ao buscar recursos financeiros, é importante que o empresário mostre que o seu projeto está bem organizado e que é financeiramente viável. O plano de negócios é uma ferramenta facilitadora nesse sentido, pois traz detalhes sobre a empresa e os produtos e serviços que ela oferece. Lembre-se: a instituição financeira não quer correr riscos ao disponibilizar crédito, portanto, quanto mais estruturada a sua proposta estiver, melhor será a negociação.

Se você precisa de dinheiro para levantar capital de giro, realizar investimentos, pagar credores entre outras necessidades, a ACSP pode te ajudar. Saiba como!

 

Você chega mais longe com o apoio das pessoas certas.
A ACSP é uma comunidade de empreendedores, venha fazer parte!

 

Por ACSP