ACSP
ACSP

Temas em Análise 185: Serviços se recuperam da greve dos caminhoneiros em Junho, apresentando o maior crescimento mensal desde 2011

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor serviços apresentou crescimento de 6,6% em seu volume transacionado, em junho, livre de efeitos sazonais, em relação a maio, quando houve queda de 5,0%, provocada pela paralisação dos caminhoneiros. Foi a maior alta já registrada desde 2011, ano em que o IBGE deu início à Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Temas em Análise 184: Em Junho, Varejo se recupera abaixo do esperado

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em junho, as vendas do varejo restrito (que não considera veículos e material de construção) subiram 1,5% sobre o mesmo mês de 2017, abaixo das expectativas do mercado (ver tabela), enquanto o volume comercializado no varejo ampliado (que inclui todos os setores), acelerou ligeiramente, mostrando alta de 3,7%. Em ambos casos, o crescimento ficou abaixo do registrado na leitura anterior, mantendo-se a mesma base de comparação. No resultado acumulado em 12 meses, que sinaliza a tendência “pura”, ambos tipos de comércio mostraram crescimento estável (3,6% e 6,7%, respectivamente).

Temas em Análise 183: Inflação em Julho perde Força

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em julho, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medida da inflação “oficial”, desacelerou fortemente, ao mostrar alta de 0,33%, ante 1,26% observada no mês anterior. Apesar disso, o IPCA acumulado em 12 meses, que aproxima a alta de preços anual, voltou a apresentar elevação mais intensa, passando de 4,39% para 4,48% (ver tabela abaixo), devido à baixa base de comparação de julho de 2017. Mesmo assim, esse resultado “anual” ainda permanece abaixo da meta anual de inflação (4,5%).

Temas em Análise 182: Indústria se recupera parcialmente após paralisação dos transportes

Segundo o IBGE, em junho, a atividade industrial registrou a maior alta mensal (13,1%) da série histórica, depois de ter caído intensamente em maio (-11,0%), em decorrência da greve dos caminhoneiros. Em relação ao mesmo mês de 2017 e durante o primeiro semestre houve crescimento de 3,5% e 2,3%, respectivamente (ver tabela abaixo). No acumulado em 12 meses também houve elevação da produção do setor, que alcançou a 3,2%.